logomarca-recortada2
tiro-desportivo-tituloNo Brasil, o tiro prático é tido como um conjunto de modalidades nacionais e internacionais para a a prática de tiro. Aqui o esporte é regulamentado pela Confederação Brasileira de Tiro Prático (CBTP) responsável por regrar o esporte em todo território nacional.

O Tiro Prático engloba alguns tipos de práticas esportivas, podendo ser dividido em diversas modalidades, consideradas globais, das quais as principais são:

IPSC

Nesta modalidades são utilizadas armas curtas, como revólver, pistolas, e armas longas como rifle, carabina e espingarda. Para os alvos são utilizados materiais de papel ou metal.

Durante a competição, diversos exercícios são utilizados para resolver os “stages”, uma espécie de fase ou pistas que surgem durante o trajeto, onde situações devem ser resolvidas com o menor tempo de prova possível. Para a competição, os organizadores pensam em cenários e situações hipotéticas, ou simplesmente “falsas” para testar a precisão e agilidade dos participantes.

Além disso, durante a prova podem surgir obstáculos para dificultar o acesso dos participantes, como túneis, janelas, portas, parecer etc. Tudo com o objetivo de promover a movimentação máxima, ótima para aumentar a resistência dos participantes e promover a diversão.

Saque rápido

Na categoria saque rápido, encontramos uma prova que consiste em 5 alvos dispostos de 5 a 15 metros de distância, com tempo de 3 a 8 segundos para cada série de 5 disparos, ou seja, uma competição de agilidade e precisão, que deve ser completada com o menor tempo de prova possível. Ao início da prova, todos os participantes começam com as mãos acima dos ombros, armas carregadas e os alvos ao centro.

Com 15 metros de prova, são feitos 3 séries de 5 tiros a 8, 6 e 4 segundos. Nos 10 metros as séries continuam iguais. Para finalizar são mais 4 séries a 5 metros, com tempos de 6, 4, 3 segundos, totalizando 50 disparos, para 500 pontos possíveis.

Esta categorias exige tanto de seus competidores, que até hoje ninguém completou a prova com a pontuação máxima.

Tiro Rápido de Precisão

Como o nome já explica, este modelo de prova requer agilidade e precisão, isso por que a distância em que a prova é feita e o tempo para os disparos são baixo, 15 metros fixos com tempo determinado para 20 disparos, uma média de 1,5 disparo por segundo. Rápido? Sim, muito!

NRA

O tiro prático em NRA possui duas categorias: NRA rápido e NRA II. O rápido a distância é fixa de 25 metros com tempos de 80 segundos para série de 24 disparos, sendo 6 em pé, 6 ajoelhado, 6 sentado e 6 deitado, com tempo corrido. Já na modalidade de tiro pático NRA II são efetuados um total de 60 disparos, com distâncias variando de 15 à 50 metros, também com posições variadas.

Shot Gun

A Shot Gun é uma modalidade de tiro prático criada recentemente. É bem similar ao IPSC, porém na modalidade shot gun só podemos utilizar alvos metálicos. Os pontos são divididos pelo tempo, ou seja, resolver a pista no menor tempo possível, com o objetivo de atingir a maior pontuação possível.

Steel Chalenge

O steel chalenge é uma modalidade de tiro prático. Durante as provas você terá 7 pistas para chegar até os 5 alvos de ferro, o objetivo é acertar todos os alvos em menor tempo de prova. Cada atirador faz cada pista 5 vezes. Ganha que completa o desafio das 7 pistas em menos tempo.

Silhuetas Metálicas

A modalidade silhuetas metálicas é de longa a prova mais díficil em tiro prático. A modalidade é regulamentada no Brasil por dois órgão, pois é utilizadas tanto arma curtas como armas longas.

Os alvos fogem do padrão, e se parecem com silhuetas de galinhas, porcos, perus e carneiros em tamanhos adequados para os respectivos calibres: 22 LR, .38 SPL e livre.

TURMAS
Turmas abertas
ARMAS
Informações técnicas e curiosidades
NOTÍCIAS
Notícias no Cotidiano